Orquestra Jovem de Niterói leva concertos didáticos para alunos de escolas públicas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

A música é uma via de mão dupla. É alegria para quem toca e para quem escuta. Seja samba, rock, funk e até música clássica! Aliás, está mais do que na hora de acabar com o preconceito de que música erudita é chata. Afinal de contas, obras clássicas frequentemente servem de trilha sonora para desenhos animados que tanto divertem a criançada. Essa é uma das propostas da série de concertos didáticos que a Orquestra Jovem de Niterói vai levar para alunos da rede pública de cinco municípios do Grande Rio no mês de junho.

Cerca de 40 músicos da OJN – todos com idades entre 15 e 24 anos – vão tocar, de graça, para crianças e adolescentes de São Gonçalo, Rio de Janeiro, Duque de Caxias, Belford Roxo e Nova Iguaçu. Serão nove concertos didáticos, em que o público infantojuvenil será apresentado ao universo orquestral, seus instrumentos e desdobramentos sonoros, graças ao repertório que engloba de Villa Lobos, Chiquinha Gonzaga, Ernesto Nazareth, Mozart aos clássicos da Disney.

As apresentações foram todas pensadas para a faixa etária de 8 a 16 anos e serão conduzidas por um ator-cantor que encenará os típicos questionamentos feitos por um jovem quando vê uma orquestra pela primeira vez. Como complemento, as instituições envolvidas vão receber sugestões de atividades para realizarem com seus alunos e, assim, extraírem o máximo da apresentação.

Produzida pela Muriqui Cultural em parceria com o Immub (Instituto Memória Musical Brasileira), essa turnê serve também para complementar a formação dos alunos da orquestra, que encontram no programa pedagógico do conjunto uma série de ações voltadas para seu desenvolvimento técnico e profissional, como a saída orientada para espetáculos profissionais ao longo do ano, somada a parcerias com outras formações orquestrais jovens da região. Além de contribuir para a formação de novas plateias para a música erudita.

“Com esse projeto, queremos inspirar outros jovens a seguirem seus sonhos, além de motivar nossos alunos, tornando-os protagonistas e exemplos de sucesso para as próximas gerações”, explica Luiza Carino, idealizadora e diretora executiva da Muriqui Cultural.

Uma realização da Prefeitura de Niterói, por meio da Secretaria Municipal de Cultura e da Fundação de Artes de Niterói, a Orquestra Jovem de Niterói também conta, neste ano de 2022, com patrocínio de empresas parceiras por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura: Eletrobras Furnas, Orizon e Águas de Niterói. E esta turnê tem o apoio da Secretaria Estadual de Cultura.

Fonte: O Fluminense

Compartilhe.

Deixe uma resposta

7 − dois =