Orquestra de Cordas procura jovens da Grande Curitiba

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

O Instituto Beija-Flor, localizado em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC), está com inscrições abertas para interessados em aprender música. O processo seletivo, que tem o objetivo de formar uma Orquestra de Cordas, está selecionando crianças e adolescente com idade entre 7 e 15 anos. Não precisa saber tocar algum instrumento para participar (embora quem já tenha conhecimentos prévios também possa se inscrever), bastando que o jovem tenha interesse em desenvolver essa habilidade.

As aulas, que acontecem no contraturno escolar e são gratuitas, serão ministradas pelos professores do IBF com supervisão do musicista Goio Lima, parceiro do Instituto e que já atuou ao lado de nomes como João Donato, Ivan Lins, Paulo Jobim e Toninho Horta. Com isso, os alunos terão a oportunidade de aprender sobre Violino, Violoncelo e Violão.

Se você se interessou, seus pais devem entrar em contato com Tatianne Bernardo de Brito, assistente social do IBF, pelo whatsapp (41) 99892-0075.

Transformação e inclusão com foco

Saxofonista, arranjador, produtor, compositor e educador musical, Goio Lima acredita que a música é uma forma de transformar a percepção de mundo e proporcionar a inclusão de crianças e adolescentes, numa visão coincidente com a da fundadora do IBF, Neide Sosvianin.

“Aprender a tocar um instrumento musical ajudará no desenvolvimento de habilidades que servirão para a vida toda, como disciplina e foco. A criação de uma orquestra irá favorecer ainda o trabalho em equipe dos participantes. Nós esperamos que o desempenho escolar destas crianças e adolescentes também seja influenciado de forma positiva”, comentou ela sobre o início da Orquestra de Cordas.

Criado em 2010 com o objetivo de favorecer o desenvolvimento do cidadão, contribuindo para transformar o futuro de crianças e famílias atendidas pela instituição, o Instituto Beija-Flor já realiza atividades musicais e de desenvolvimento humano, através do projeto “Aprendizes de Beija-Flor” (onde os atendidos aprendem a tocar instrumentos eruditos e populares) e através do “Coral Sabiá”. Paralelamente, acontece ainda o projeto “Eu no Mundo”, que realiza atividades de estímulo ao desenvolvimento humano.

Irmã que queria ajudar os menos favorecidos inspirou o IBF

Fundado há 10 anos, o Instituto Beija-Flor foi criado pelo casal Sergio e Neide Sosvianin, inspirado na irmã de Neide, Maria de Lourdes (in memorian), que tinha vontade de ajudar os menos favorecidos e deixou registrado em uma carta, enviada aos irmãos, esse desejo. Ela solicitou o apoio para a fundação de uma ONG e a semente que ela plantou levou 20 anos para frutificar até a criação do IBF.

Com sede própria localizada em Colombo, o IBF possui hoje uma área de 1.700 m² na Avenida João Batista Stocco, nº 306, Planta Bom Jesus, no bairro Guaraituba. O espaço foi planejado para atender crianças e adolescentes de 06 a 15 anos e sua construção foi realizada com recurso de patrocínio do Grupo Antares, responsável pelas empresas Versátil Andaimes e Veloplastic Embalagens.

SERVIÇO:

Processo seletivo para a Orquestra de Cordas do Instituto Beija-Flor

O que é: iniciativa que oferece aulas gratuitas de violão, violino e violoncelo e visa formar uma Orquestra de Cordas do IBF

Quem pode participar: Crianças e adolescentes com idade entre 7 e 15 anos de idade e que tenham interesse em aprender sobre música

Como participar: Os pais do jovem interessado devem entrar em contato com Tatianne Bernardo de Brito, assistente social do IBF, pelo whatsapp (41) 99892-0075.

Como funciona o projeto: As aulas, que são ofertadas pelos professores do IBF e supervisionadas pelo musicista Goio Lima, acontecem no contraturno escolar. As vagas são limitadas.

Fonte: Bem Paraná

Compartilhe.

Deixe uma resposta

cinco × 1 =