Núcleo de bolsistas das Orquestra Sinfônica Municipal garante tarde com música no Poupatempo

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

João Pedro dos Santos, de cinco anos, teve uma grata surpresa ao ir ao Poupatempo de Jundiaí – SP na tarde do dia 28 de julho. Enquanto aguardava o atendimento dos pais Rogério e Vanderleia, que foram resolver uma transferência veicular, o pequeno manteve o olhar fixo nos bolsistas da Orquestra Sinfônica Municipal de Jundiaí (OSMJ), que realizaram uma apresentação surpresa no local. “Meu avô Davi toca saxofone, na banda da igreja, e eu também quero aprender a tocar como ele”, comentou o aluno da Emeb Vasco Antonio Venchiarutti, do Caxambu.

A OSMJ é um corpo artístico ligado à Unidade de Gestão de Cultura (UGC). Além de seu Núcleo Profissional de Cordas, a Orquestra tornou-se em 2022 também sinfônica, com as famílias dos instrumentos de sopro e percussão, em Núcleo de músicos bolsistas.

O programa contou com composições de Pixinguinha, George Telemann, Bernard Crusell, Villani-Cortês, J. Michel e Guerra Peixe, em apresentações em que os músicos se revezavam.

“Um dos principais objetivos dos corpos artísticos, além de fomentar o trabalho dos nossos músicos, atores e bailarinos, é permitir o enriquecimento da cena cultural da cidade. A apresentação desta tarde não só cumpre este objetivo como também propõe uma experiência transformadora nas vidas desses espectadores. Esperamos que ela também crie um movimento e um interesse nessas pessoas, que sigam a nossa agenda cultural e acompanhem as apresentações da Orquestra no Polytheama, por exemplo”, comentou gestor UGC, Marcelo Peroni.

A regente titular e diretora artística da OSMJ, a maestrina Claudia Feres, apresentou o grupo e explicou a proposta. “A apresentação de hoje faz parte da proposta de levar a Orquestra para diversos pontos da cidade. Hoje vocês poderão conferir as propostas destes jovens talentosos, que tiveram de formular para três tipos de repertórios, um mais desafiador, um popular e um infantil, para que levássemos a essas apresentações”.

Quem também assistiu atento à apresentação foi Sanzio Amâncio, atendente do Poupatempo, que toca violino. “Nosso trabalho envolve muita rotina e a vinda da orquestra trouxe descontração”, comentou o jovem, que acompanha a orquestra em suas apresentações. Fui ao Polytheama para o concerto de abertura da temporada. Sou aluno do Valdinei, que integra seu núcleo de solistas, e sempre que eles ensaiam no Complexo também aproveito para conferir durante o meu horário de almoço”.

Mais OSMJ

O próximo concerto da Orquestra está marcado para o dia 20 de agosto, no Teatro Polytheama. O programa da noite irá comemorar os cem anos da Semana de Arte Moderna de 1922, numa edição especial do Música & Histórias do Mês do Patrimônio Histórico e Cultural.

Fonte: Secom Prefeitura Jundiaí

 

Compartilhe.

Deixe uma resposta

dois + 17 =